Ashram

Um Ashram, na antiga Índia era um eremitério hindu onde os sábios viviam em paz e tranquilidade no meio da Natureza. Hoje, o termo ashram é normalmente usado para designar uma comunidade formada intencionalmente com o intuito de promover a evolução espiritual dos seus membros, frequentemente orientado por um místico ou líder religioso.

Tradicionalmente, os ashrams situavam-se afastados de habitações, em florestas ou regiões montanhosas, no meio de amenos ambientes naturais propícios à instrução espiritual e à meditação. Exercícios espirituais e físicos, bem como várias formas de Ioga, são práticas regulares dos residentes dum ashram. Também eram executados alguns sacrifícios e penitências, como Yajnas. Muitos ashrams também serviam como Gurukuls ou escolas residenciais para crianças. A palavra ashram deriva do sânscrito, do termo "aashraya" que significa protecção.

Os ashrams foram um símbolo poderoso ao longo da história e teologia hindu. A maioria dos chefes hindus até à Idade Média ficou conhecida por ter tido um sábio que aconselhava a família real em assuntos espirituais, ou em tempos de crise e que era chamada rajguru, que literalmente se traduz por mestre real. Um imperador cansado do mundo que vai para um ashram com gurus, e que aí encontra consolo e tranqüilidade, é um dos motivos geralmente usados em muitos contos populares e lendas da antiga Índia.

Por vezes, o objectivo duma peregrinação ao ashram não era a tranqüilidade, mas sim obter um pouco de instrução nalguma arte, especialmente a da guerra. No Mahabharata, o deus Krishna, na sua juventude, entra para o ashram do Sábio Sandiipanii, para conseguir conhecimento intelectual e sobre assuntos espirituais.

Às vezes, a palavra ashram é usada como sinónimo de matha, mas os mathas são geralmente mais hierárquicos e rígidos que os ashrams, pertencendo a antigas ordens de sadhus hindus (aqueles que ainda estão à procura de realização, ao invés dos Rishis que já a encontraram.)

Bastantes ashrams têm sido fundados na Índia já no século XX (séc. 20), com notabilidade para o Sabarmati Ashram em Ahmedabad que serviu como sede a Mahatma Gandhi durante a longa luta pela independência da Índia e o Aurobindo Ashram, fundado em Pondicherry por Aurobindo Ghosh o revolucionário de Bengala convertido em místico hindu.

Esse post foi publicado em ESPIRITUALIDADE. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s