Museu da Lingua Portuguesa

O primeiro museu dedicado à Língua Portuguesa, em São Paulo, no Brasil. Um evento a que deve estar presente o director do Instituto Internacional de Língua Portuguesa, o cabo-verdiano Manuel Brito Semedo.


Depois de três anos em construção e restauro, o Museu da Língua Portuguesa, vai ocupar parte das antigas instalações da Estação da Luz, uma das principais estações do metropolitano de São Paulo, com um movimento diário de 300 mil pessoas e considerada um dos cartões de visita da cidade.

"Durante muitas décadas, os imigrantes estrangeiros que chegavam a São Paulo desembarcavam nesta estação, um local, portanto, onde as outras línguas se encontravam com o nosso português", disse Silvia Finguerut, da Fundação Roberto Marinho, entidade responsável pelo projecto, que cona com o apoio da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), da Fundação Luso-Brasileira e de empresas públicas e privadas brasileiras.

Como reúne a maior comunidade falante de língua portuguesa, São Paulo, que conta com mais de 10 milhões de habitantes, foi a cidade escolhida para albergar o museu, primeiro do género no mundo.

A construção do museu insere-se igualmente no projecto da Câmara Municipal de São Paulo de revigorar prédios públicos no centro histórico da cidade, degradado ao longo dos últimos anos.

O Museu da Língua Portuguesa ocupa três andares da Estação da Luz, edifício construído em 1901, numa área total de 4.333 metros quadrados. O investimento ronda os 14,5 milhões de euros.

A Lusa visitou o espaço, dedicado aos cerca de 200 milhões de pessoas que falam o português, e conta que logo à entrada se pode ver a "Árvore da Língua", uma escultura de três andares de altura, criada pelo arquitecto brasileiro Rafic Farah.

Nas folhas da árvore são projectadas os contornos de vários objectos e suas raízes são formadas por diversas palavras que deram origem ao português.

Uma música sobre a língua e a palavra, da autoria de Arnaldo Antunes, acompanha os visitantes até ao auditório, onde é projectado um vídeo que mostra o aparecimento das cerca de cinco mil línguas faladas no mundo, com destaque para os oito países lusófonos.

Em seguida, o visitante dirige-se para a "Praça da Língua", uma espécie de planetário onde é apresentada uma antologia da literatura brasileira.

Palavras são projectadas no tecto e também no chão, num imenso círculo feito de vidro escuro, numa apresentação de cerca de 20 minutos, sendo que a narração é feita por artistas como Chico Buarque e Zélia Duncan.

A visita prossegue no segundo piso, onde um ecrã gigante, com 106 metros de comprimento, projecta imagens da língua portuguesa no quotidiano das pessoas.

São onze filmes de seis minutos de duração que tratam de temas como futebol, dança, festas, carnaval, música, relações humanas, culinária, valores, saberes e a matriz lusa.

Ao lado do ecrã gigante, oito estações interactivas apresentam línguas que influenciaram o português, como os idiomas indígena tupinambá, os africanos quicongo, quimbundo e umbundo, para além do espanhol, inglês, francês, italiano, alemão e japonês.

Uma estação é dedicada exclusivamente ao português falado nos demais países de expressão portuguesa, como Angola, Moçambique, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe, Cabo Verde, Portugal e Timor Leste.

No mesmo piso há uma "Linha do Tempo", formada por três linhas paralelas, onde são apresentadas a evolução das línguas portuguesa, africanas e ameríndias.

A última etapa do segundo piso é o "Beco das Palavras", uma sala com um jogo electrónico interactivo que permite ao visitante "brincar" com a criação de palavras.

No primeiro piso, onde termina o percurso, há um espaço dedicado às exposições temporárias do Museu. Na abertura, será apresentada uma exposição que assinala os 50 anos da obra "Grande sertão: veredas", do escritor Guimarães Rosa.

Esse post foi publicado em Entretenimento. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s